Antes tarde do que nunca, RecordTV expulsa Phellipe da A Fazenda

thumbnail

Após 48 horas envolvida em polêmicas, a emissora RecordTV decidiu pela expulsão de Phellipe. O curioso dessa história foi a demora na condução do caso por parte da emissora, e a falta de consideração com o público, e principalmente com os familiares dos participantes.

+ Com a expulsão de Phellipe, qual é o se peão favorito?

Na manha de domingo (29 de setembro), fãs do programa cobraram um posicionamento das marcas Oi e Itaipaiva, principais patrocinadoras da atração.

A Fazenda 11 de longe foi a mais divulgada, e com maior interação antes mesmo da estreia, porém ficou claro para quem acompanha, que a emissora não está preparada para os tempos atuais. Talvez seja por isso que a maioria das suas produções audiovisuais são focadas em épocas ultrapassadas, onde a mulher jamais poderia ter o seu lugar de fala.

É de se estranhar a demora que a emissora teve em resolver o caso, em que o personagem principal para a expulsão era um homem. Essa demora nunca foi empregada quando uma participante mulher era a chave principal de expulsão, e na maioria das vezes não chegava completar 24 horas.

O crime de abuso cometido durante a edição, deveria servir de exemplo do que não deve ser feito. Ensinar para o público, principalmente ao masculino como se deve agir numa situação como essa, mas infelizmente a emissora perdeu uma grande oportunidade.

Será que em 2019 ainda vale tudo pela audiência? Uma pena que uma edição que tinha tudo para dar certo, teve a imagem manchada pela própria direção e  emissora.

Comentários no Facebook

Subir